This website is best viewed with CSS and JavaScript enabled.

Conselho de Pensões da Igreja da Inglaterra lança índice na Bolsa de Londres para monitorar o progresso das mudanças climáticas

Posted on: February 4, 2020 11:00 AM
Membros do Conselho de Pensões da Igreja da Inglaterra abrem negociações na Bolsa de Valores de Londres na última quinta-feira (30 de janeiro), por ocasião do lançamento do novo Índice de Transição Climática da Transition Pathway Iniciative.
Related Categories:

[ACNS, da Redação] O Conselho de Pensões da Igreja da Inglaterra (Church of England Pension Board) lançou um Índice de Transição Climática da Transition Pathway Iniciative (Iniciativa Caminho de Transição ou TPI por sua sigla em inglês) para orientar os investidores sobre o progresso das empresas rumo ao alinhamento com o Acordo de Paris sobre mudanças climáticas. O Índice de Transição Climática FTSE TPI permitirá que os fundos de investimento vinculem seus investimentos na Bolsa de Londres ao progresso que as empresas estão fazendo em conformidade com o Acordo de Paris. A medida segue pedidos de Mark Carney, o ex-governador do Banco da Inglaterra, de os fundos de pensão enfrentarem o risco financeiro das mudanças climáticas.

O Conselho de Pensões anunciou um investimento inicial de £ 600 milhões de libras esterlinas no índice, que também é financiado por 62 fundos com mais de US $ 18 bilhões (aproximadamente £ 13,75 bilhões de libras esterlinas) em ativos combinados sob administração ou ativos sob consultoria.

O novo índice foi desenvolvido em parceria com o Environment Agency Pension Fund (Fundo de Pensões de Agência Ambiental) e o Grantham Research Institute da London School of Economics.

O novo índice trabalha analisando as empresas listadas na Bolsa de Londres e seu desempenho em cinco importantes aspectos climáticos: reservas de combustíveis fósseis, emissões de carbono, iniciativas econômicas verdes, mecanismos e medidas para prevenir, mitigar ou adaptar-se aos riscos impostos pela mudança climática e seu desempenho de emissão de carbono - uma avaliação da eficiência e limpeza do consumo de combustíveis fósseis.

O índice permitirá que os investidores façam investimentos ambientalmente responsáveis, recompensando empresas com metas públicas alinhadas ao Acordo de Paris e penalizando significativamente ou excluindo as que não o fazem.

O lançamento do índice significa que o Conselho de Pensões não mais investirá em empresas como ExxonMobil, Chevron e BP, uma vez que suas metas de emissões não estão alinhadas com o Acordo de Paris, o qual busca manter o aumento da temperatura global abaixo de dois graus centigrados. O Diretor de Ética e Engajamento do Conselho de Pensões da Igreja da Inglaterra e o Co-presidente da Iniciativa, Adam Matthews, disseram: “O Conselho de Pensões da Igreja da Inglaterra não mais investirá em vários nomes conhecidos na indústria do petróleo.”

Matthews esclarece que se, no entanto, as empresas estabelecerem metas de emissões em conformidade com o Acordo de Paris, elas serão elegíveis para investimentos novamente. “O índice deixa em aberto um caminho para qualquer uma dessas empresas excluídas fazer a transição de acordo com o Acordo de Paris e posteriormente reivindicar o seu lugar no índice.

“A mensagem é clara para todas as empresas de capital aberto: Estabeleçam metas e estratégias alinhadas ao Acordo de Paris e sejam recompensadas com a inclusão no índice, ou trabalhem contra os interesses de longo prazo dos beneficiários e da sociedade em geral e sejam excluídas.”

O Arcebispo de Canterbury, Justin Welby, disse que havia um imperativo moral e financeiro para apoiar os objetivos do Acordo Climático de Paris no enfoque da questão urgente das mudanças climáticas. “Para os cristãos e as pessoas de consciência, isso é ainda mais relevante quando você vê os impactos nos mais pobres e menos equipados do mundo para se adaptarem a climas extremos, bem como os impactos sobre a beleza da criação de Deus”, disse ele.

O índice foi lançado na Bolsa de Valores de Londres na quinta-feira, 30 de janeiro, com o apoio de representantes de outros órgãos da igreja. Entre os presentes estava a Diretora de Finanças da Comunhão Anglicana, Michaela Southworth, que é membro do Conselho de Pensões da Igreja da Inglaterra.

O Conselho de Pensões supervisiona os fundos de aposentadoria para o clero da Igreja da Inglaterra e para vários outras categorias de colaboradores e colaboradoras da Igreja, incluindo os funcionários baseados em Londres do Conselho Consultivo Anglicano, que edita o Anglican Communion News Service.