This website is best viewed with CSS and JavaScript enabled.

Notícias da Semana do Anglican Communion News Service - sexta-feira, 31 de maio de 2019

Posted on: May 31, 2019 4:23 PM
Related Categories:

Cristãos de todas as denominações se unem em todo o mundo para orar “Venha o Teu Reino”

Cristãos de todo o mundo estão orando, sozinhos, em igrejas, em reuniões ecumênicas ou em grandes eventos comemorativos, para celebrar a onda global de oração “Venha o Teu Reino” deste ano. A iniciativa começou em 2016, quando os Arcebispos de Canterbury e York, Justin Welby e John Sentamu, conclamaram o clero da Igreja da Inglaterra a separar um período entre a Ascensão e Pentecostes – este ano entre 30 de maio a 9 de junho – para orar para que mais pessoas possam conhecer a Cristo. Líderes de outras igrejas Cristãs no Reino Unido se juntaram a líderes Anglicanos em todo o mundo para ecoar este chamado, e o movimento hoje é uma iniciativa ecumênica anual de alcance global.

O Papa Francisco surpreendeu a todos – “foi a coisa mais incrível”, disse o Arcebispo Welby – ao endossar o evento deste ano com uma mensagem em vídeo. Falando em espanhol em um vídeo gravado pelo intérprete do papa no telefone celular do arcebispo Justin, o Papa Francisco disse: “Que venha o Espírito Santo. Este é o clamor de todos os Cristãos neste dia de Pentecostes. Que venha o Espírito Santo – a promessa do Pai; a promessa de Jesus, para que o Espírito Santo possa ampliar e estender nossos corações.

“Todos nós enfrentamos um problema: nossos corações tendem a encolher, ficar menores e mais fechados. Não podemos resolver esse problema sozinhos. Somente o Espírito Santo pode resolvê-lo. Que venha o Espírito Santo. E a Jesus, venha o teu Reino – o Reino do Pai que você veio anunciar”.

A Diocese do Oeste da Malásia, na província do Sudeste Asiático, está passando os 10 dias em “intensas orações... pelos perdidos, os mais necessitados, os mais fracos e os sozinhos, para que possam ser consolados com a Palavra de Deus e com o próprio Deus Todo-Poderoso”, disse o Arcebispo Moon Hing.

A diocese publicou ainda um livreto de orações do Venha o Teu Reino. O Coordenador de Orações Diocesanas, David Rajiah, afirmou que “assim esperamos... ser transformados através da oração, receber nova confiança e encorajamento do Espírito Santo, e ser testemunhas eficazes para Jesus Cristo.”

Howard Gregory, Bispo da Jamaica, é eleito para servir como Arcebispo das Índias Ocidentais

O Bispo da Jamaica e das Ilhas Cayman, Howard Gregory, foi eleito para servir como Arcebispo e Primaz da Igreja da Província das Índias Ocidentais. A eleição aconteceu durante o 40º Sínodo da província, que ocorreu esta semana no Hotel Cascadia no distrito de St Ann (Port of Spain, Trinidad). Ele sucede ao Arcebispo John Holder, que se aposentou como Bispo de Barbados em fevereiro de 2018.

O Arcebispo Howard é o primeiro arcebispo das Índias Ocidentais nascido na Jamaica. Após sua eleição, ele disse aos repórteres que havia uma série de questões sociais que a Igreja nas Índias Ocidentais precisava enfrentar: “Neste momento estamos lidando com questões relacionadas ao aborto, estamos lidando com questões relacionadas à maconha, estamos lidando com questões relacionadas ao tráfico de pessoas, e, como igreja, certamente temos que ser parte do engajamento da sociedade, trazendo algumas perspectivas para estas questões, não apenas guiadas por emoção, não apenas politizadas de qualquer maneira, mas também trazer nossa perspectiva teológica e bíblica para estas situações.”

Líderes eclesiásticos africanos tem papel vital na erradicação da malária

Conforme declarado por profissionais de saúde da região, as Igrejas Anglicanas na África são uma “rede única e confiável” que desempenha um papel vital e estratégico na eliminação da malária em todo o continente. Bispos representantes de seis províncias da Comunhão Anglicana participaram de uma orientação para novos bispos dirigida pelo Conselho de Províncias Anglicanas na África (CAPA) no Quênia no início deste mês (13 a 21 de maio), durante a qual foram encorajados a desempenhar um papel estratégico no combate à malária.

Chris Flowers, fundador da Fundação J.C. Flowers e parte de uma iniciativa multinacional contra a malária, afirmou: “Fico muito feliz em ver esses bispos da CAPA priorizarem a malária, que ainda mata uma criança a cada dois minutos. Visitei uma aldeia na Zâmbia, e a única instituição organizada neste lugar extremamente remoto era uma Igreja Anglicana. Havia um pastor com o qual as pessoas podiam contar e em quem podiam confiar. Eles são essenciais.

“Você pode ter uma ciência fantástica, pode ter medicamentos fantásticos, pode entregar os mosquiteiros, mas a menos que sejam instalados corretamente e as pessoas sejam treinadas sobre como usar estes equipamentos e quando buscar tratamento, de nada adianta. A igreja fornece uma rede única e confiável para cumprir este passo final do processo.”

Investidores da Igreja da Inglaterra cobram medidas de petrolíferas no combate às mudanças climáticas

Representantes da Igreja da Inglaterra este mês desafiaram e elogiaram os esforços de duas grandes multinacionais do setor de petróleo – Shell e BP – com relação ao combate às mudanças climáticas. O Chefe de Investimento dos Comissários da Igreja falou na Assembleia Geral Ordinária da BP em Aberdeen sobre a questão de emissões líquidas zero – as emissões totais de carbono da BP subiram em 2018 para o nível mais alto em seis anos.

Após uma discussão liderada por Edward Mason, Diretor de Investimento Responsável dos Comissários da Igreja, uma resolução sobre mudanças climáticas foi aprovada com o apoio de 99,14% dos acionistas da BP e da diretoria da empresa. A resolução vinculativa, apresentada por investidores atuando como parte do grupo Climate Action 100+, significa que a BP precisará agora definir uma estratégia de negócios consistente com as metas do Acordo de Paris.

Enquanto isso, em Haia, Adam Matthews, Diretor de Ética e Engajamento do Conselho de Pensões da Igreja da Inglaterra, falou durante a AGO da Royal Dutch Shell, em que afirmou que a estratégia do grupo é um exemplo para outras empresas de energia: “Sugiro que uma mensagem conjunta seja enviada desta AGO para outras empresas do setor [de petróleo e gás] e para investidores que ainda não adotaram uma abordagem que contemple a grande maioria de seus impactos sobre o clima e a sociedade definindo metas que cubram as emissões de ‘Escopo 3’.”