This website is best viewed with CSS and JavaScript enabled.

Notícias da Semana do Anglican Communion News Service - sexta-feira, 5 de abril de 2019

Posted on: April 5, 2019 12:24 PM
Related Categories:

Comissão Anglicano-Judaica realiza nova rodada de negociações em Manchester, Inglaterra

Líderes anglicanos e judeus reuniram-se na semana passada para a última reunião da Comissão Anglicano-Judaica. A Comissão é o veículo oficial de diálogo entre o Arcebispo de Canterbury e o Rabino Chefe de Israel. As reuniões anuais costumam alternar entre o Lambeth Palace (Palácio de Lambeth) e Jerusalém, mas esta semana o evento aconteceu em Manchester (Inglaterra). "Há uma grande população judaica aqui e uma diocese anglicana vibrante", disse Michael Jackson, Co-Presidente Anglicano da Comissão e Arcebispo de Dublin.

Ele acrescentou: “Tivemos a oportunidade de nos encontrar com judeus e anglicanos locais e também com jovens de tradição judaica, cristã e islâmica que trabalham juntos; assim, além de nossas próprias discussões, tivemos também a oportunidade de ouvir sobre o que está acontecendo nesta comunidade”.

O Rabino David Rosen, Conselheiro Inter-religioso do Rabinato Central de Israel, disse que a Comissão foi criada para promover uma compreensão mais profunda entre os líderes das duas comunidades e “construir amizades, tratar dos desafios comuns que nossas comunidades enfrentam e encontrar maneiras por meio das quais podemos oferecer uma mensagem na sociedade, na ciência e nos principais desafios do nosso mundo contemporâneo para o benefício da humanidade em geral”.

O Arcebispo Anglicano em Jerusalém, Suheil Dawani, convidou a Comissão a realizar a reunião do próximo ano na casa de hóspedes da Catedral de São Jorge.

  • Clique aqui para ler o comunicado da Comissão (em inglês)


Igreja do Canadá publica lista de indicações para Primaz e Arcebispo

Cinco bispos foram indicados para suceder o Arcebispo Fred Hiltz como Primaz da Igreja Anglicana do Canadá. As indicações foram feitas pela Câmara dos Bispos na semana passada durante um encontro em Niagara Falls. A decisão final caberá ao clero e aos membros leigos do Sínodo Geral, que elegerá seu novo Arcebispo durante a reunião trienal do Sínodo Geral em 13 de julho enquanto os bispos oram.

O Arcebispo Hiltz entregará a responsabilidade do cargo ao novo arcebispo quando se aposentar em 16 de julho.

Os candidatos indicados a servir como 14º Primaz da Igreja Anglicana do Canadá são os seguintes:

  • Jane Alexander,
    Bispa de Edmonton;

  • Ron Cutler,
    Bispo de Nova Scotia e Prince Edward Island
    e Arcebispo da província interna do Canadá;

  • Gregory Kerr-Wilson,
    Bispo de Calgary
    e Arcebispo da província interna da Terra de Rupert;

  • Linda Nicholls,
    Bispa de Huron; e

  • Michael Oulton,
    Bispo de Ontário.


Igreja Anglicana no Oceano Índico conclama pelo direito de retorno do povo chagossiano a Diego Garcia

O Comitê Permanente da Igreja da Província do Oceano Índico expressou sua solidariedade com o povo chagossiano em sua luta para retornar a suas ilhas natais. O governo do Reino Unido manteve controle sobre as ilhas do Arquipélago de Chagos ao conceder a independência das Ilhas Maurício em 1968, e resistiu aos esforços dos chagossianos para voltar para casa. Uma dessas ilhas, Diego Garcia, hospeda uma base militar dos EUA.

Em fevereiro, a Corte Internacional de Justiça em Haia emitiu um parecer consultivo à Assembléia Geral da ONU no qual afirmou que “o Reino Unido tem a obrigação de pôr fim à sua administração do Arquipélago de Chagos o mais rápido possível”.

Em um comunicado após seu encontro no mês passado, os bispos, clérigos e leigos que compõem o Comitê Permanente da Igreja Anglicana do Oceano Índico parabenizaram o Primeiro Ministro e o governo das Ilhas Maurício “por chamar a atenção da Comunidade Internacional através das Nações Unidas para o destino dos chagossianos deslocados.”

Eles acrescentaram: “A Corte Internacional de Haia comentou recentemente sobre essa situação desumanizante e informou que o Reino Unido deveria retornar aos chagossianos e à República da Maurícia este território que lhes pertence. Esperamos que todas as partes envolvidas sejam receptivas a este apelo do Tribunal Internacional de Haia.”

Congregações combinadas da Califórnia são as primeiras a se batizar-se com nome da única diaconisa Afro-americana

[Do Episcopal News Service, por Mary Frances Schjonberg] A Igreja Episcopal sediada nos EUA teve sua primeira congregação batizada em homenagem a uma mulher afroamericana. As congregações de St. George (Antioch) e St. Alban (Brentwood), ambas parte da diocese da Califórnia, fundiram-se oficialmente no mês passado (24 de março). As congregações combinadas são agora conhecidas como St. Anna's Episcopal Church ("Igreja Episcopal de Santa Ana"), em homenagem a Santa Anna Alexander.

O jogo sazonal conhecido como Lent Madness (“Loucura de Quaresma”) é parte do motivo pelo qual os Episcopais californianos escolheram a diaconisa Anna Ellison Butler Alexander. O jogo foi criado pelo movimento Forward Movement inspirado no famoso March Madness, e apresenta santos “competindo” pelo Golden Halo (“Halo Dourado”). Santa Anna “ganhou” o halo na Loucura de Quaresma de 2018, seis meses antes de a Convenção Geral reafirmar sua santidade em julho passado.

“Nós nos inspiramos tanto na história de Anna; ela dedicou sua vida à causa daqueles que antes eram escravizados, e apesar dos poucos recursos que tinha, conseguiu, com o tempo, construir uma escola e uma igreja para ajudar as pessoas a alcançar o sucesso através da alfabetização”, disse Jill Honodel, presbítera de longa data da congregação, em um comunicado à imprensa da Diocese da Califórnia.

Existe segregação educacional no bairro da congregação, de acordo com Honodel. Por exemplo, ela disse, a maioria dos homens afro-americanos têm dificuldade para passar nas aulas de matemática no ensino médio. “Somos inspirados por Santa Anna a fazer a nossa parte para que o maior número possível de pessoas tenha a chance de ter sucesso e a oportunidade de um bom futuro", disse Honodel.

A fé de Alexander e sua defesa da alfabetização e da educação exemplificam “o que sinto ser o verdadeiro Cristianismo”, disse Michelle Price, a nova diretora sênior da Igreja Episcopal de Santa Ana.

“Busquei na Lent Madness e a santificação de Santa Anna algo que poderia imitar em minha própria vida”, disse Price no comunicado. “Alguns santos fazem coisas tão gigantescas e dinâmicas, e aqui temos uma mulher simples e humilde em Pennick que silenciosamente mudou a vida das pessoas, um aluno de cada vez.”