This website is best viewed with CSS and JavaScript enabled.

Notícias da Semana do Anglican Communion News Service - sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

Posted on: January 18, 2019 11:34 AM
Related Categories:

Bispo dos EUA sujeito a “restrição parcial de ministério” por postura sobre casamento homoafetivo

William Love, Bispo da Igreja Episcopal em Albany (EUA), foi submetido a restrição parcial do ministério por se recusar a permitir casamentos entre pessoas do mesmo sexo em sua diocese. A Convenção Geral da Igreja Episcopal nos EUA aprovou uma moção no ano passado exigindo que todos os bispos permitissem que seu clero conduzisse casamentos entre pessoas do mesmo sexo em dioceses nas quais a lei civil permite o matrimônio. Em novembro, o Bispo William escreveu à diocese dizendo que a resolução estava “em conflito e contradição diretos com os desígnios de Deus para o sacramento do matrimônio, conforme revelado através da Sagrada Escritura”.

Em resposta, o Bispo Presidente Michael Curry anunciou este mês que havia ordenado uma restrição parcial de ministério para o Bispo William enquanto uma investigação preliminar é conduzida. “Embora esteja convencido da sinceridade e boa vontade do Bispo Love nestas circunstâncias difíceis, estou convencido de que a Convenção tem por intenção que [a] Resolução seja obrigatória e vinculativa a todas as nossas dioceses...”

A restrição de ministério impede que o Bispo William participe de qualquer processo disciplinar envolvendo o clero relacionado ao casamento entre pessoas do mesmo sexo. Love afirmou que vai recorrer da restrição e questionar a legalidade da resolução.

Diretor do Centro Anglicano em Roma renuncia após acusação de “conduta sexual imprópria”

O diretor do Centro Anglicano em Roma, Arcebispo Bernard Ntahoturi, renunciou pouco antes do Natal após alegações de conduta sexual imprópria. Em um comunicado, a Assembleia de Governadores – o grupo fiduciário da instituição de caridade – afirmou que “aceitou a renúncia de seu diretor, o Arcebispo Bernard Ntahoturi, após sua suspensão (...) como resultado de alegações de conduta sexual imprópria.”

O Arcebispo Bernard, anteriormente Primaz da Igreja Anglicana do Burundi, se tornou diretor da organização em outubro de 2017.

No início deste mês, os governadores nomearam como diretor interino da instituição o Dr. John Shepherd, anteriormente Deão da Catedral de St. George em Perth (Austrália Ocidental). Sua nomeação foi recebida com críticas devido a suas opiniões sobre a ressurreição contidas em um sermão de 2008.

“Cristo ressuscitou!”, Disse o Dr. Shepherd em resposta às críticas. “É minha fé que Jesus ressuscitou dos mortos e eu nunca neguei a realidade do sepulcro vazio. O Cristo ressuscitado não era um fantasma – ele comia e era possível tocá-lo – mas ao mesmo tempo ele apareceu em um quarto trancado (João 20: 26), desaparecia de vista (Lucas 24: 31) e frequentemente não era reconhecido imediatamente.”

Clement Ekpeye, Bispo de Ahoada, é libertado por sequestradores após cinco dias em cativeiro

O bispo nigeriano Clement Ekpeye da diocese de Ahoada, sequestrado de sua residência por homens armados não identificados pouco antes do Natal, foi libertado ileso cinco dias depois. De acordo com relatos da mídia nigeriana, não está claro se o bispo Clement foi libertado voluntariamente ou se um resgate foi pago.

O site PM News Nigeria afirma que houve “enorme celebração pelo povo da região” depois que ele se reuniu com sua família.

“Agradecemos a Deus pela libertação milagrosa do bispo Clement Ekpeye das mãos dos sequestradores nesta manhã”, afirmou o Cônego Hanson Bernard, secretário da Secretaria da Diocese de Ahoada, em um comunicado de imprensa enviado ao jornal The Vanguard. “Agradecemos a todos por suas fervorosas orações e palavras de encorajamento.”

Os detalhes do sequestro e da libertação do bispo Clement permanecem incertos.

Primeiro matrimônio sob o protocolo “Casamento Verde” celebrado pela Igreja do Sul da Índia

Quando se casaram na Igreja St. Thomas em Punnackadu no mês passado, Anjay e Nisha, um jovem casal de Kerala, plantou mudas como parte do novo protocolo “Casamento Verde” da Igreja do Sul da Índia (CSI). O casal foi o primeiro a se casar na CSI desde a implementação do Protocolo Verde para o Discipulado Verde, acordado pelo Sínodo da Igreja em dezembro, que inclui medidas para a celebração de casamentos. Além do plantio de mudas ao invés do tradicional acendimento da lamparina, os casais são encorajados a evitar o uso de garrafas de plástico em sua recepção, servindo água em copos.

O casamento de Anjay e Nisha em 27 de dezembro último foi celebrado por Thomas K. Oommen, Moderador da CSI, que abençoou as mudas de jaca antes de sua entrega aos noivos pelo Dr. D. R. Sadananda, Secretário Geral do Sínodo da CSI. O casal foi além do protocolo, dando aos convidados pequenos pacotes de sementes para incentivar o cultivo de hortaliças.

A CSI é a única igreja indiana agraciada com o Prêmio Eco do Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas. A Igreja decidiu implementar o Protocolo Verde para o Discipulado Verde, um programa com 12 medidas elaborado pelo Departamento de Assuntos Ecológicos da Igreja durante a reunião executiva do Sínodo em 20 e 21 de novembro últimos.

O protocolo abrange uma vasta gama de áreas, incluindo conservação de energia e água, controle de resíduos de plástico, refeições de confraternização, reuniões e transporte, além de casamentos.

Rainha Elizabeth homenageia Lynne Tembey, ex-presidente mundial da Mothers’ Union

A ex-presidente mundial da Mothers’ Union (União das Mães) Lynne Tembey será agraciada com a Order of the British Empire (Ordem do Império Britânico, conhecida pela sigla em inglês OBE). A Ordem faz parte do sistema de honrarias da Grã-Bretanha, e é concedida pela Rainha ou um membro sênior da família real atuando em seu nome. A Ordem a ser concedida à Sra. Tembey foi anunciada como parte da lista anual de Honrarias de Ano Novo publicada pelo governo do Reino Unido. No ano passado, o arcebispo de Canterbury, Justin Welby, homenageou Lynne Tembey com a Cruz de Santo Agostinho antes de sua aposentadoria no final de 2018.

A OBE foi concedida a Tombey em reconhecimento pelos “serviços prestados à Mothers’ Union, mulheres e famílias”, afirmou o comunicado anunciando a lista oficial de prêmios.

“Fiquei extremamente surpresa quando soube que receberia a OBE”, disse Lynne Tembey. “Me sinto verdadeiramente privilegiada. Tenho enorme apreço pelo tempo que passei como Presidente Mundial. Nossos membros são incríveis em tudo o que se esforçam para alcançar, mudando corações, mentes e vidas de maneiras maravilhosas.”

Sua sucessora no cargo é Sheran Harper, da Guiana - a primeira Presidente Mundial da organização de fora das Ilhas Britânicas.