This website is best viewed with CSS and JavaScript enabled.

Blog: Um ano na vida da Comunhão Anglicana na ONU

Posted on: January 14, 2020 12:48 PM
Related Categories:

A Assistente de Administração e Pesquisa do Anglican Communion Office (Escritório da Comunhão Anglicana) nas Nações Unidas, Marla Teixeira, descreve as atividades do escritório em 2019 e projeta o ano de 2020.


O ano de 2019 foi muito movimentado para o Anglican Communion Office nas Nações Unidas (ACOUN por sua sigla em Inglês). Dois novos funcionários se juntaram à nossa equipe e participamos de vários eventos de alto nível na ONU em Nova York e Genebra. Fizemos parcerias estratégicas com agências e estados membros da ONU e estabelecemos parcerias com organizações com propostas semelhantes com estamos trabalhando em direção ao mesmo objetivo: um mundo mais justo e pacífico.

À medida que refletimos sobre 2019 e olhamos para o futuro de 2020, estamos empolgados em aproveitar nossos aprendizados e sucessos para ter um impacto ainda maior nos próximos anos.

Com base no grande sucesso obtido pela delegação da Comunhão Anglicana na 63ª Comissão das Nações Unidas sobre o Status da Mulher (UNCSW63 por sua sigla em inglês) em março de 2019 (leia o relatório aqui), estamos avançando em nosso planejamento para a 64ª Sessão a ser realizada em março próximo. Uma delegação de oito mulheres de toda a Comunhão viajará para Nova York para participar da UNCSW64 e defender a igualdade de gênero e o empoderamento de mulheres e meninas.

Logo após a UNCSW, a equipe do ACOUN participou da 18ª Sessão do Fórum Permanente das Nações Unidas sobre Questões Indígenas (UNPFII18) em abril de 2019, durante a qual focamos nossa atenção em aprender com a conferência para participar efetivamente neste ano, quando uma delegação da Rede Indígena Anglicana (AIN) participará da 19ª Sessão do Fórum. Sob o tema “Paz, justiça e instituições fortes: o papel dos povos indígenas na implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável 16 ”, a UNPFII19 promete ser uma oportunidade significativa para manifestar a voz dos Anglicanos indígenas.

Em julho de 2019 foi realizado o Fórum Político de Alto Nível (HLPF), e a ACOUN participou fazendo uma enfática declaração sobre justiça ambiental, defendendo particularmente aqueles que sofrem com deslocamentos causados pelo clima. Continuamos a defender essas questões em setembro, na Assembleia Geral da ONU e durante a Cúpula de Ação Climática.

Continuaremos esse esforço pela justiça climática e ambiental em 2020. Já estão em andamento os preparativos para a 26ª Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (COP26), a principal cúpula climática da ONU que será realizada em Glasgow, na Escócia, em Novembro. Esperamos ansiosamente garantir uma expressiva presença Anglicana na conferência, que reflita nossa determinação em viver a quinta Marca da Missão: “Lutar para salvaguardar a integridade da Criação, sustentar e renovar a vida da terra.

E isso não é tudo! Monitoraremos de perto o trabalho do Conselho de Direitos Humanos e trabalharemos ao lado das Províncias para identificar áreas e oportunidades importantes para o engajamento; celebraremos os 35 anos desde que o Anglican Communion Office nas Nações Unidas recebeu o credenciamento na ONU; a Lambeth Conference (Conferência de Lambeth) de 2020 proporcionará uma oportunidade para o pessoal da ACOUN ouvir e interagir com os(as) Bispos(as) e seus cônjuges de toda a Comunhão; após cinco anos desde a adoção dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, avançaremos em uma estratégia de toda a Comunhão para o engajamento com os ODS; e nossa equipe continuará trabalhando para garantir que o notável trabalho que ocorre nas regiões, províncias, dioceses e agências da Comunhão Anglicana seja reconhecido e comemorado pela ONU.

O ano passado nos ensinou que precisamos continuar pressionando para que as vozes Anglicanas sejam ouvidas na ONU sobre questões de paz, justiça, desenvolvimento sustentável e mudanças climáticas, entre outras. Como esperamos ansiosamente pelo resto de 2020 e pelas oportunidades que ele trará, estamos animados em continuar servindo a Comunhão Anglicana e em elevar a vida e o trabalho da igreja de todos os cantos do mundo.