This website is best viewed with CSS and JavaScript enabled.

Blog - Ciclo de Oração Anglicano: A Igreja de Bangladesh

Posted on: January 14, 2020 12:49 PM
Related Categories:

A Igreja de Bangladesh é uma das poucas igrejas unidas encontradas na Ásia. Além de ser membro de pleno direito da Comunhão Anglicana, também é membro do Conselho Mundial de Igrejas Reformadas. Neste domingo (19 de janeiro), anglicanos de todo o mundo orarão pela Igreja de Bangladesh como parte do Ciclo de Oração Anglicano. A seguir o seu moderador, o Bispo de Kushtia, Samuel Sunil Mankhin, apresenta sua província e destaca sugestões de intercessões.


Embora tenhamos uma história rica e intensos trabalhos de evangelização neste país, a Igreja de Bangladesh (CoB por sua sigla em Inglês) atualmente enfrenta alguns desafios ao experimentar uma recente onda de frio, e estamos com medo do impacto dos sinais de guerra entre os EUA e o Irã e, internamente, a CoB está se esforçando para pagar o salário mensal regular para quase 100 sacerdotes e catequistas.

Precisamos da sua oração ao nosso Deus Todo-Poderoso. Para sermos autossuficientes a CoB está tentando formular um projeto de plano estratégico com o apoio financeiro do Fundo da Comunhão Anglicana (ACF por sua sigla em Inglês) e da organização United Society Partners in the Gospel (USPG) do Reino Unido. Pela graça de nosso Senhor Jesus, há muitas igrejas e organizações parceiras que estão com a CoB à medida que avançamos.

Onda fria: Uma onda fria está varrendo diferentes distritos de Bangladesh, interrompendo a vida normal e causando sofrimento às pessoas. Principalmente os distritos de Chuadanga, Dinajpur, Panchagarh, Rajshahi, Pabna, Naogaon, Nilphamari, Jessore e Kurigram estão enfrentando o frio cortante nos últimos dias. Em 19 de dezembro, a temperatura mais baixa foi registrada no distrito de Chuadanga, com 7,9 graus Celsius.

Durante esse primeiro período de frio repentino com a chegada do inverno, o denso nevoeiro da manhã continua a atrapalhar a comunicação por estradas, os cursos de água e o ar. Em geral, a temperatura pode não parecer particularmente baixa, mas Bangladesh é um país tropical, onde as pessoas não estão preparadas para o frio e a maioria das casas não tem meios de aquecimento. A vida e as atividades normais são muito prejudicadas.

De acordo com a previsão do tempo, o nevoeiro moderado a espesso continuará a prejudicar a visibilidade. O Serviço Meteorológico afirmou que haverá outra onda de frio em meados de janeiro. O vento frio do Norte continuou a causar profundo sofrimento, afetando principalmente as pessoas de baixa renda.

Pelo menos 9.500 pessoas foram tratadas em hospitais estatais em 40 distritos por doenças relacionadas ao frio. Especialistas dizem que isso está sendo causado pelos efeitos das mudanças climáticas. A programação de voos domésticos foi prejudicada. As pessoas precisam de cobertores e roupas quentes. As autoridades do governo distribuíram 28.700 cobertores entre os pobres atingidos pelo frio.

“Onda quente” como indicativo de guerra: A comunidade cristã em Bangladesh é pequena: quase 0,05% da população de 165 milhões de pessoas. Mas somos visíveis por nossas atividades humanitárias, especialmente nas áreas de saúde e educação. A maioria das pessoas da majoritária comunidade muçulmana sabe onde moramos. Quando as pessoas do nosso país ouvem falar de qualquer guerra entre muçulmanos e países ocidentais, elas pensam que os ocidentais são todos cristãos e que estão matando muçulmanos. Portanto, um sentimento de vingança cresce e eles encontram rapidamente uma razão lógica para atacar nossa comunidade e nossos estabelecimentos.

Isso cria um ambiente ruim que alguns usam para nos maltratar. Portanto, a guerra significa uma grande perda para a nossa comunidade em Bangladesh. Temos medo de ouvir notícias da guerra. Parece que uma situação devastadora está sendo criada a longo prazo. Portanto, precisamos orar para que a guerra não seja iniciada a qualquer custo e por qualquer motivo.

Incerteza do salário para o clero: Durante quase toda a última década, a CoB enfrentou dificuldades no pagamento de salários para o clero que atua em período integral. A província não possui um fundo de reservas adequado para gerar renda para o pagamento mensal de quase 100 obreiros da igreja, incluindo sacerdotes e catequistas.

Atualmente, a igreja local tem capacidade de arrecadar fundos suficientes para cobrir 10% do seu custo. Estou trabalhando com os líderes da igreja para procurar maneiras de resolver os problemas predominantes de sustentabilidade. No entanto, embora a CoB seja uma igreja real, ela está experimentando maus tempos para administrar seus ministérios para o Seu reino. Como a escritura menciona em Lucas 10: 7:

E ficai na mesma casa, comendo e bebendo do que eles tiverem, pois digno é o obreiro de seu salário. Não andeis de casa em casa. Realmente, os obreiros precisam de salários para sustentar suas famílias.

Vamos orar pelo nosso povo para que possa enfrentar os desafios:

Pai celestial!
Tu és todo-poderoso, Tu nos criaste e estás cuidando de nós desde o nosso começo na Terra. Nós te amamos, querido Deus. Experimentamos que Tu sempre és justo e atencioso conosco.
Agradecemos muito pelo apoio em nossos meios de subsistência em meio à pior situação climática. Nós imploramos , ouve nossa oração para que possamos nos sustentar nesta terra e testemunhar o teu amor e paz, mesmo na guerra entre as pessoas que não te conhecem adequadamente. Abençoa nossas obras em teu nome para que possamos ser sal no mundo de grandes desafios e sobreviver em teu nome precioso.
Amém.